400 years – O jogo da paciência

O jogo “400 years” é um indie flash game desenvolvido por um polonês que atende na internet pelo apelido de “Scriptwelder”.

400

O jogo é no estilo plataforma 2d, muito simples, aonde controlamos uma rocha. Praticamente temos as opções de caminhar, pegar itens, e esperar a passagem do tempo. É justamente na opção da passagem do tempo, que jaz as conotações filosóficas do jogo, que é uma experiência breve, sendo jogado em aproximadamente 15 minutos.

400 (1)

Em diversos momentos do jogo, precisamos acionar a opção da passagem do tempo. Quando a acionamos, os anos passam, as estações se apresentam (verão, primavera, outono e inverno) e o período de 400 anos vai chegando mais próximo.

400-years-walkthrough

“400 years” nos apresenta uma história, em que temos que evitar uma calamidade. Para evitar spoilers, não direi qual é a calamidade, que é descoberta quando se chega no final. A questão é que, a sutileza da mecânica da passagem do tempo nos faz refletir e considerar como a paciência é uma virtude, e o tempo, talvez o maior solucionador de grandes dilemas. O simples ato de esperar por uma solução requer a sabedoria de uma entidade que esteja consciente da transitoriedade da vida e da breviedade das pequenas ações, mirando os maiores plano e contexto, sacrificando-se e transcendendo a sua própria existência. É impressionante como um jogo tão simples e curto possa causar esse tipo de impressão para mentes mais sensíveis.

 

Confiram a mais nova rede social para os desenvolvedores e amantes de jogos: http://www.kolksgames.com.br/

The Last of Us – Prêmios

O jogo “The Last of Us”, produzido pela Naughty Dog e exclusivo do PS3, já vendeu mais de 6 milhões de cópias pelo mundo e ganhou mais de 200 prêmios.

thelastofus
O jogo nos coloca em um mundo pós-apocalíptico em que um estranho vírus transforma as pessoas em zombies. Nesse contexto o pior das pessoas floresce, com disputas por recursos e suprimentos, formações de gangues, entre outros. Nesse ambiente, entramos no controle da história de Joel, um homem que perdeu a sua filha e de Ellie, uma garota que por algum motivo apesar de ter sido mordida, não foi infectada.

thelastofus2

O jogo é um FPS, ou seja, possui mecânicas de pular, saltar, correr, atirar, além de termos um inventários de armas e de items que são coletados ao longo do jogo. Esse jogo lida com a questão da falta de recursos, então temos que coletar e explorar sempre os mapas em busca destes, que inclusive podem ser utilizados para se melhorar as armas, criar bombas entre outros. O jogo lembra muito “Uncharted” da mesma Naughty Dog e o enredo e o mundo lembram muito o universo do “Walking Dead”.

The-Last-of-Us-01

“The Last of Us” foi um jogo altamente premiado, angariando prêmios tais como Bafta, DICE, Game Developers Choice awards, Writer’s Guild of America, entre outras, totalizando mais de 200 premiações. Toda essa premiação nos faz pensar sobre a importância e o papel dos prêmios na indústria dos videogames.

The_Last_Of_Us_13700283273855

Além de servir como incentivo e marketing para as produtoras, as premiações tem uma função social importante no que tange a percepção da mídia pelo público geral. Basta perceber como a cerimônia do Oscar, Cannes e demais ajudam a difundir a mídia do cinema para o público geral, além de glamourizá-la. Prêmios são importantes não só pelo reconhecimento de pessoas e profissionais da indústria, mas principalmente pelo respeito que geram e pela percepção que causam em pessoas leigas, que não participam da indústria.

 

Confiram a mais nova rede social para os desenvolvedores e amantes de jogos: http://www.kolksgames.com.br/